Um término eterno, sem fim, infindável

dream-sonho-fim

ETERNO FIM

Não se pode matar quem já estar morto!
Mas você me matou,
a cada lembrança perdida, promessa esquecida
você me matará mais!
Seríamos um casal perfeito, e daí?
Quem disse que o perfeito seria o duradouro?
Mas quem disse que o duradouro será o eterno?
Minha cabeça é um inferno, do qual a tortura é meu amor
todas as noites eu choro, pelas lembranças que sinto
por uma paixão que não se consumiu,
e que o tempo não pode apagar
Sigo Minha sombra, pois ela guia minha alma
Pelo caminho da condenação
Meu coração chora,
já que meu amor, triste e infindável
Permanecerá solitário
nesse, nosso eterno fim... para sempre...

Aminadá

5 comentários:

Universo Paralelo disse...

Nossa meu amigo que poema forte, uma paixão que o tempo nao apaga, é muito triste, pois não se concretiza,só nos sonhos sobrevivi, amei, beijos

Luciana Maria Penteado disse...

Nossa, que triste!

Bauru disse...

Sônia, muito forte, muito triste, muito verdadeiro... Beijos, amiga!

Bauru disse...

Luciana, só o que posso dizer é que concordo... triste!

♪ Sil disse...

Nunca li um texto tão verdadeiro...

Sem comentários. Lindo demais!

Postar um comentário