A satisfação é a morte

sexy-desejo

“Enquanto tiveres um desejo, terás uma razão para viver. A satisfação é a morte.”

George Bernard Shaw

8 comentários:

Bibia Bueno disse...

Nossa, que frase! :)

E que imagem interessante.

Já estou preparando a postagem. Na verdade, criando coragem para isso...

Então, eu estudei uma materia na faculdade de Design e lembro de ensinarem sobre as letras claras em fundo escuro, que eram mais confortáveis ao olhar. Foi até uma pegadinha que errei, pois jurava que era o oposto. Assim, criei um vício de criar layouts usando o fundo escuro. Meu marido está criando um novo modelo, mas não sei ainda se irei mudar a cor da letra. Os feed deveriam vir com cor de letra padronizada, acho eu. Na verdade, não sei usaá-los.

Luma Rosa disse...

Opa!! Me identifiquei com o que pensa George Bernard, mas sabe... o sonho sempre no lugar do desejo. Como desejo penso em algo imediato, já o sonho é algo elaborado, um projeto, um ideal... e nas reticências, até mesmo ter uma boa morte. Beijus,

Bauru disse...

Bibia, também fiquei pensando bastante na frase.

Sobre o blog, creio que se houver no blog uma das caixinhas do Feedburner, a formatação que vai pro leitor de feed não é a do blog, mas a do próprio feedburner. Vou olhar e depois te falo. Não acho, no entento, que deva mudar o esquema de cores escuras. Embora eu não seja fã, combina com sua proposta ali. Abraço, querida.

Bauru disse...

Luma, com essa definição que você deu, CLARO que prefiro o sonho. O imediatismo é muito perigoso mesmo. Não criar raízes, não criar um envolvimento, seja lá em que contexto estivermos, só potencializa a dor na hora que tudo nos for tirado. Beijo pra você, viu.

Sandra Loffreda disse...

Vc já leu Lacan?
Em Psicanálise fala-se isso mesmo: a satisfação total dos desejos seria a morte.
Buscamos o tempo todo pela satisfação dos desejos, pq a morte seria a ausência total de frustração e angústia, portanto, algo almejado por todo ser humano. Claro que, racional e conscientemente, rejeitamos essa idéia e negamos o desejo da morte; isso se dá em outra esfera, no inconsciente.
Boa noite, querido.
Bjobjo

Bauru disse...

Sandra, isso não tem a ver com hedonismo também. Não li nada de Lacan ainda. Mas é interessante saber que as coisas que nos acontecem já foram fruto de estudos. Parece que "fundamenta" nossas neuras. Beijo e obrigado pelo comentário tão querido.

♪ Sil disse...

Que forte.

Mas não acho que a morte seja a satisfação.

A satisfação ainda é a vida!


Bjão

Bauru disse...

Ahhh Sil, mas de alguma forma algo morre no momento da satisfação... nem que seja a vontade.

Postar um comentário