Ausência

saudade

“Por muito tempo achei que a ausência é falta.
E lastimava, ignorante, a falta.
Hoje não a lastimo.
Não há falta na ausência.
A ausência é um estar em mim.
E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento exclamações alegres,
porque a ausência assimilada,
ninguém a rouba mais de mim.”

Carlos Drummond de Andrade

12 comentários:

Sandra Loffreda disse...

... (sem palavras)

Suas atualizações não me chegam...o que será que acontece?
:(

Buon giorno, caro mio!

Bauru disse...

Oi Sandra, não sei não. Vou testar depois assinando também. Sobre a postagem... é... :-( ou :-)

Daca disse...

Querido amigo. Drummond dispensa comentários pois ele é,, por si só, genial!
Amei ter esse trecho aqui.
Uma ótima semana
Daca

Bianca disse...

Cheguei pelo blog da Luma.
Já me encantei!
Beijos e um bom dia!

Bauru disse...

Bianca seja muito bem-vinda. A Luma é uma querida e saber que você é leitora dela faz toda diferença, pois me confere mais responsabilidades. Sei que é gente de qualidade que vem pra cá. Boa semana para você.

Susy disse...

Bacana, o blog!
Outro dia postei http://laemalgumlugar.blogspot.com/2010/03/ausencia.html
Gosto muito de Carlos Drummond, Cecilia Meireles, fernando Pessoa, entre outros.

Tenha um ótimo dia!

(,")

.

Bauru disse...

Daca, querida, concordo contigo. Sou apaixonado por esse mineiro. Como pode alguém com a simplicidade dele retratar de forma tão incisiva nossas emoções, né?

Bauru disse...

Susy, acho que escrevi seu nome com Z lá no contato do blog. Enfim, muito legal conhecer alguém que goste de postar trechos de poemas bem escolhidos e pertinentes pra minha realidade. Já assinei o feed de lá pra não perder as futuras atualizações.

Susy disse...

Bobagem! =)
Quanto a "comment"... Antes, era aberto. Hoje, não. =( Fiquei triste e resolvi fechar. Mas tudo está guardadinho lá no arquivo com muito carinho.
Obrigada por sua gentileza.
Boa noite!

Susy(,")

.

Bauru disse...

Oi Susy, sem problemas. Bom restante de semana pra você.

♪ Sil disse...

Realmente, ausência nunca foi falta.

Muitas vezes, a ausência é a falta da gente mesmo..

Beijooo

Bauru disse...

Poxa, Sil, falei disso num comentário aqui do blog mesmo... Isso de deixar um pedacinho de nós a cada relacionamento em vez de trazer algo de bom da pessoa acaba fazendo da nossa vida algo mais pesado ainda...

Postar um comentário